Mal de Montano

junho 28, 2008

40º FESTIVAL DE INVERNO DA UFMG

Filed under: Mal do dia — maldemontano @ 8:22 pm

40º FESTIVAL DE INVERNO DA UFMG      

Arte : Essencial

O tema Arte : Essencial é, ao mesmo tempo, conceito e justificativa do Festival, pois busca revelar uma dimensão indispensável da arte para a existência humana (como possibilidade de significação sensível de nossas existências) como, também, confere sentido à realização de um festival de arte pela quadragésima vez. O Festival se realiza novamente porque, de vários modos, é também essencial. Mesmo em uma época marcada por um crescente pragmatismo, uma supervalorização científica e uma aparente perda de sentido das realizações humanas não-produtivas, pode-se recobrar uma discussão também essencial: de que forma a cultura representada pela ciência e pela arte vem se constituindo ao longo da história? O que têm em comum e de diferente esses campos da cultura humana? Como os conceitos, teorias e aplicações provenientes da ciência e da tecnologia ocupam o imaginário de artistas como fonte de inspiração e criatividade? Até que ponto a dimensão estética está presente e é importante na atividade dos cientistas? Não foi a arte essencial, em vários momentos históricos, para a introdução de novos pontos de vista, na ciência, na cultura e na vida? Como os conceitos e instrumentos criados ou possibilitados pela ciência, incluídos aí os meios de comunicação e a reprodutibilidade das obras de arte, mudaram e abriram novos caminhos para a arte?

Muitos autores já refletiram sobre as proximidades, as diferenças e as (as)simetrias entre ciência e arte, constitutivas de nossa cultura ocidental. Tais discussões remontam a Aristóteles, Leonardo da Vinci, William Blake, Johann Wolfgang von Goethe, Victor Hugo, Hermann von Helmholtz, Thomas Huxley e Werner Heisenberg, entre muitos outros. Vitor Hugo, por exemplo, ressaltava o caráter absoluto da arte e o caráter relativo da ciência. Considerava, com o espírito do Oitocentos, que a primeira não conhece a idéia de progresso enquanto este conceito caracteriza a segunda. Para ele, é da natureza da ciência negar tudo, tudo destruir, tudo recriar. O progresso como gerador da ciência, e o ideal como gerador da arte. Um cientista procura jeito de esquecer outro; um poeta não faz esquecer um poeta. Mais recentemente, reconhecendo similaridades, mas apontando também assimetrias, Jean-Marc Lévy-Leblond, físico e epistemólogo, afirma que à ciência falta um componente essencial comum a toda atividade artística e cultural: a dimensão crítica. A ciência, no seu ritmo cada vez mais rápido de publicações, teria pouco tempo para a reflexão crítica interna. Uma etapa crucial da atividade criativa, o movimento de recuo, o tempo do olhar que permite perceber a obra no seu conjunto estaria ausente na ciência contemporânea.

A arte tomada em sua essência é outro ponto a ser trabalhado no Festival, semântica possibilitada pela idéia que o nomeia. Ousar é sempre necessário para a reavaliação permanente da arte. A proposta do 40º Festival vai à busca de possibilidades esquecidas, materiais ultrapassados, técnicas primitivas em contraponto com as tecnologias do nosso século. Nesse sentido, será relativizada a supervalorização dos suportes em detrimento dos conteúdos. A perspectiva é deixar a arte mostrar a sua essência.

Vida, ciência e arte: todas se nutrem do mesmo húmus, a curiosidade humana, a criatividade, o desejo de experimentar. Todas são condicionadas por sua história e seu contexto. Todas estão imersas na cultura, mas imaginam e agem sobre o mundo com olhares, objetivos e meios diversos. Daí a crença na pertinência de se reafirmar, no tema do 40º Festival de Inverno da UFMG, a idéia de uma ARTE: ESSENCIAL.

 

 

Leia mais aqui

 

Anúncios

1 Comentário »

  1. Por onde anda a professora Solange, com seus textos instigantes? Dê uma passada no Setor Literário Sul pra gente tomar um café.
    beijo

    Comentário por Liana Aragão — agosto 18, 2008 @ 9:43 pm | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: