Mal de Montano

janeiro 1, 2007

Graça

Filed under: Montano por um dia,Poesias — maldemontano @ 5:55 pm

Por Suzana Alípaz

   Dedos sabidos suave crina e botão flor úmida. Dúlcidos sonhos rumo delírio de delícias em série extasiado corpo mão firme. Balanço compasso scherzando só. Espaço raro oferta movimento alísio. Verdes costelas deliciosa Monstera exposta espata oculta espádice estranha flor. Espantos íntimos sorrisos de botão aberto colheita próxima. Invasor enérgico frio acolhido   profundo   veloz   moto-contínuo.                                                

  Pequena morte.

Anúncios

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: