Mal de Montano

dezembro 27, 2006

Vinha

Filed under: Montanas,Poesias — maldemontano @ 2:20 pm

mata.jpg

Por Solange Pereira Pinto

Olhos gordos de amor

Molhado

Brilho puro da luz

Suado

Boca sedenta de carne

Vermelha

Tez macia dos lábios

Perdidos

Acordes agudos da voz

Silente

Sorriso medido dos dentes

Vorazes

largadas mãos da viola

Urgente

Envolvem o cós da menina

Canção

Repetidos nomes do passado

Acaso

Umedecida lua do amor

Flutua.

(1999) 

Anúncios

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: