Mal de Montano

dezembro 2, 2006

Debate: quero escrever, mas… (II)

Filed under: Debatendo,Mal do dia,Montanas — maldemontano @ 12:12 pm

exerccores.jpg

 

Por Selena Carvalho 

                           

         Uma espécie de feitiço se abateu sobre as Montanas.

 

         Desde que decidimos o tema de novembro: “Eu quero escrever, mas…”, ninguém escreve nada.

 

         Intrigante.

 

         E cá estamos, nos estertores do mês. Embora o Mal de Montano tenha por princípio a ampla liberdade, os debates mensais não são, obviamente, obrigatórios, é preciso entender o fenômeno e tentar vencer a afasia.

 

         Não sei quanto às outras, evitamos tocar no assunto, para que não ganhe maiores proporções, mas no meu caso, não se trata da propalada “angústia do papel em branco”, hodiernamente conhecida por “angústia da tela em branco”, mas de algo mais preocupante: “a angústia da cabeça em branco”.  Sim, porque uma coisa é não conseguir passar uma idéia para o papel/tela. Outra bem diferente é não ter nenhuma idéia.

 

         Acabo de escrever e percebo o descaramento da mentira. A verdade é que há muito tempo tiro histórias até de tampa de caneta. Com a prática, me acostumei a apreender tudo ao redor como matéria prima. Não, não é isso.

 

         Sinto a tentação de pôr a culpa na vida atribulada, no atropelo do dia a dia. Mais uma falácia. Como diz um amigo: “a gente sempre acha tempo para fazer o que gosta”. Nada mais certo. Se assim não fosse, como explicar que durma tarde, mate aula, negligencie tarefas domésticas e deveres maternais para acabar de ler um livro ou escrever alguma coisa? A questão é bem outra, eu sei.

 

         Affonso Romano de Sant’Anna conta em “A Sedução da Palavra” do dia em que recebeu um telefonema de Clarice Lispector dizendo que não sabia mais escrever. Queria conversar sobre o que estava acontecendo nas outras literaturas.

 

         Sinto alívio ao reler a crônica. Clarice também tinha suas crises! E eis a chave: estava relacionada com as outras literaturas.

 

         Ler faz parte do aprendizado para a escrita, mas o que escrever depois de ler Kafka, Borges, Cortázar? Depois de ter nas mãos um dos três, só penso que devo passar aos outros dois. E se nesse intervalo visito os contemporâneos e dou de cara com um Mia Couto, um Bernardo Carvalho, um Marçal Aquino, confirmo a teoria: melhor ficar só lendo o resto da vida. Isso sem falar que tem quem diga que desde Homero nada há mais a ser dito.

 

         Poderia sim, ficar para sempre apenas lendo.

 

           O único problema é que quero escrever.

 

         Na verdade, não é um “querer”. É mais, sendo bem prosaica, um comichão. Volto ao sobrenatural, correndo o risco de ser piegas e cair nos clichês, dos quais tenho tanta dificuldade em me afastar, e arrisco dizer que uma força, irrefreável, irresistível, indefectível, me impele à escrita.

 

         … Espera aí.

 

            Escrevi “comichão” e parece que começo a sentir um.

 

         Paro para observar melhor.

 

         É verdade!!! Estou sentindo!!!

 

         Olho para “Histórias de Cronópios e de Famas”, do Cortázar, mas resisto ao chamado. Tenho ganas, sim, é de correr para o computador.

 

         Eu quero escrever… dessa vez sem “mas”.

 

         Tudo bem não ter cumprido a tarefa do mês. Estou repleta de vontade e idéias. Já não me importam os bons autores, os clássicos, os contemporâneos, os renomados, os recém-lançados. Escreva quem também tiver “comichão”!

 

 Estou pronta, Montanas! Que venha o tema de dezembro!!!

 

 

Anúncios

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: