Mal de Montano

outubro 20, 2006

Joyce in Sampa

Filed under: Contos,Montano por um dia — maldemontano @ 12:19 pm

predioart2.jpg  

Por Edelson Nagues

  

Acordo ced[o](ento). O corpo [de] amar(elado) arfa, nu(lo). Gira a cabeça gira o quarto gira o mundo gira. Maldito gim! (Era r[um]?!) ou outro r[u]im (dói). 1 co[r]po d’á(gua): 1 porto. A mulher púbia em pêlo me ignoja. Dor/me. Eu [a] quero (ir) embora. Meu desespelho se reflete no banheiro. Vasomito silente, (des)/ca(r)go. Saio pé-antipétala. Ela so(zi)nha/ndo (comi[go]?). Tropeço na sã/Dália. Sã/dice: Talvez não nos vejamos mais… Talvez volte a ti[e]te(r). Rio de nós. Tal vez em que nos encontramos: des/tino.

  

Saio à rua: rot[o]/(a). In Sampa. Carros carram, velhozes. Nuvens nuvem: limites. Nu vem e vai. Personas pessoam: pés/sonham. E/difíci[l](os)? Muito(s). Verbos (re)verbam na mente, in-signos. A (c)idade não pára. Eu si[m]/g(n)o. Preciso (de) ir lá.

  Anda.  

Anúncios

Deixe um comentário »

Nenhum comentário ainda.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: